Arquivo de março, 2010

Da vitrine

Porque era

Eu não sabia explicar nós dois
Ele mais eu porque eu e ele
Não conhecia poemas
Nem muitas palavras belas
Mas ele foi me levando
Pela mão
Íamos tontos os dois assim ao léo
Ríamos, chorávamos sem razão

Porque era ele
Porque era eu.

Onde está a linha?

Não quero ver pessoas.
Não quero ver pessoas que não conheço.
Não quero sorrir.
Não tenho motivo algum pra sorrir hoje.

A arte do dengo

Deparo-me com algo estúpido: sou mais estúpido do que qualquer outra pessoa. Mereço a condição do desapego e mereço não ficar por muito tempo nesse clima cômodo que estou. Eu deveria mesmo parar de insistir nas pessoas.

É uma bosta

Características do pisciano:

Animal, fértil, úmido, duplo e mudo.
Sensível, gentil, generoso, simpático e romântico.
Eu: desapegado, despreocupado, ciumento e orgulhoso.

22

Parei para pensar no quanto estou envelhecendo. Acabei de fazer 22 anos e ainda lembro com detalhes de uma antiga casa que morávamos na capital de São Paulo, parece que foi ontem. A rua de casa era sempre movimentada. No espaço que vinha da casa da vizinha até o bar da esquina dava para brincar o dia inteiro. Ainda lembro de alguns rostos e de alguns momentos, tem coisas que não dá para esquecer mesmo. Essas pessoas nem devem ser as mesmas, algumas devem nem existir mais. É engraçado eu pensar nessas coisas e ainda desejar voltar para o mesmo lugar. Sinto como se ainda vivesse por lá, sinto que ainda tenho esse lar para morar. Depois de dez anos você percebe que fez muita coisa e ao mesmo tempo não fez nada, que falta uma coisa.

Eu tenho muita coisa para fazer e ainda mais dez anos para viver. Parabéns pelos 22.

“all is full of love”

1. Realização profissional. Subir de cargo mais uma vez.
2. Um namorado novo.
3. Mudar de apartamento.
4. Entender a minha mãe.
5. Ver verdades.
6. Ver mentiras.
7. Decidir o que eu quero na faculdade.
8. Cartão de crédito.
9. Viajar para Curitiba.
10. Ver Luciana Guedes.
11. Comer comida japonesa.
12.Dar atenção para os amigos.
13. Comer pizza.
14. Beber muito.
15. Melhorar a saúde.
16. Visitar mais a minha família.
17. Comprar um computador novo.
18. Parar de reclamar tanto nesse blog.
19. Acordar cedo.

Tem um ponto da vida que você quer parar com tudo.
Outro ponto te diz que você é capaz.
Sempre vai existir outro que vai te dizer “é tarde demais”.

Tem um ponto que diz e outro que vai.
Sempre vai existir um ponto para onde eu seguir.

O sonho da noite anterior

Era de madrugada. Todo mundo estava dormindo, acredito que meus pais também. Não lembro detalhes da escuridão, não se tem muito a dizer sobre o preto. Minha mãe acordou com os barulhos que vinham do fundo de casa – na casa dos meus pais, a área de serviço fica nos fundos e tem um espaço enorme onde se estendia desnecessariamente. Ao abrir a porta, minha mãe viu a sombra de um rapaz e começou a gritar, nesse instante eu pulei da cama e fui acodir. Um pedaço de madeira daquelas de jogar “bets” apareceu na minha mão e foi onde eu matei o rapaz a pauladas.

Depois disso olhei novamente, o corpo já não existia mais. No lugar havia pedaços de carne humana e um bando de aves comiam vorazmente até restar ossos.

Pesquisei o significado desse sonho no google e o resultado foi “mudança de residência”. Menos mal.